27 março 2014

Janela do Ônibus

Eu acho que você me faz bem. Tirando as vezes que me descabelou, me molhou e me fez passar frio e calor. Mas você também estava comigo quando eu desabafei olhando a paisagem que graças a você conseguia ver, quando eu comecei a me empolgar ouvindo no fone de ouvido a minha música preferida, quantas vezes desenhei no seu embaçado? 



Você também me viu dormindo, descansando do mundo cruel lá fora, viu o meu sorriso ao receber aquela mensagem romântica, já até bati em você (com a cabeça, eu sei) mas talvez hoje precisava de mais algumas daquelas batidas dolorosas pra ver se eu crio juízo. Janela, você está de parabéns por me aturar, mas eu sei que isso só acontece por que você não sabe falar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário